segunda-feira, 27 de agosto de 2007

Rolamento à parte: Nélson Évora campeão do Mundo

O português Nélson Évora conquistou a medalha de ouro no triplo salto dos Campeonatos do Mundo de atletismo, que decorrem em Osaka, estabelecendo, no terceiro salto, um novo recorde nacional.

O atleta de 23 anos, do Benfica, bateu a concorrência com um salto de 17,74 metros
, registo que lhe permitiu melhorar em 23 centímetros a sua antiga melhor marca (17,51), que datava de 21 de Julho de 2007, em Madrid.
O brasileiro Jadel Gregório (17,59) e o norte-americano Walter Davis (17,33), detentor do título, ficaram na segunda e terceira posições, respectivamente.


Nélson Évora teve dificuldade em exprimir os seus sentimentos, instantes depois de ter conquistado a medalha de ouro no triplo salto, nos Mundiais de Osaca, no Japão, ao conseguir a marca de 17.74 metros, melhorando o seu recorde em 23 centímetros.
«Sinto-me muito bem. Tinha esperança que pudesse ganhar mas correu tudo bem. Não tenho palavras para dizer. Ainda estou meio apático com tudo isto», refere o atleta do Benfica.»

Ser campeão é o sonho de qualquer um, mas desta vez foi realidade: «Todos os atletas sonham em serem campeões do Mundo. E eu vim para estes Mundiais a pensar que podia ser campeão do Mundo, que podia ser segundo, que podia ser terceiro, ou outro lugar qualquer.»
«O que eu queria primeiro era bater o meu recorde pessoal, vim para aqui com esse pensamento, sabia que se o fizesse tinha grande hipóteses de ser campeão do Mundo. Superei isso e estou muito feliz por isso.»

Objectivos para o futuro: «Vamos mais para a frente a caminho dos 18 metros é isso que quero.»

O seu clube, o Benfica, pela voz de Rui Costa dá os parabéns ao atleta que apelida de herói nacional: «Acho que é um estimulo para o país inteiro, é um campeão do Mundo e é um grande exemplo para país. Hoje é o nosso herói nacional e bem merece», elogia o «maestro».


Quanto ao governo, o ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, já felicitou Nelson Évora pelo título de campeão nos Mundiais de Osaka, no triplo salto, elevando ao mais alto nível o nome de Portugal.
«Em nome do Governo, e em meu nome pessoal, quero felicitá-lo vivamente pelo título de campeão do Mundo, alcançado com grande categoria e brilhantismo nos Mundiais de atletismo de Osaka», assim se lê o telegrama enviado pelo governante.
«É o justo prémio para uma magnífica carreira desportiva, cheia de dedicação e esforço» e acrescenta: «Portugal e os portugueses estão orgulhosos por mais este importante triunfo do desporto e do atletismo», frisou Pedro Silva Pereira.

2 comentários:

Blog F1 Grand Prix disse...

Parabéns ao atleta português! E para o Jadel Gregório também, que conseguiu um ótimo segundo lugar.

Grande abraço!

Speeder_76 disse...

O primeiro de muitas medalhas para ele. E vamos torcer pela Naide e pelo Francis!